terça-feira, 27 de janeiro de 2009

PLAAAAAAAAAFT.
Aquele foi o barulho que o coração dela fez ao se quebrar. Pedaços de vidro se espalhavam pelo chão, ferindo quem tentasse recolhê-los.
Era tão injusto! Ela sempre cuidara do seu coração de modo que ele nunca tivesse um arranhão sequer e, agora, aquela pessoa totalmente estranha invadira a sua fortaleza e destruíra tudo o que ela cultivara há tanto tempo. Com que direito ele podia chegar e acabar com algo que ela tanto prestimava?
Gotas de sangue desenhavam o chão. Como se não bastasse perder o coração, ela ainda tinha que aguentar a dor que os cacos causavam em seus pés. Juntar os cacos era extrema tolice e agora, eles machucavam as suas mãos. Por mais que ela custasse a acreditar, um coração colado nunca seria igual ao que acabara de se romper.


(continua..)

2 comentários:

Larissa disse...

amiga, tá tão lindinho seu texto!
sempre que precisar de ajuda com os cacos, pode falar, hahaha.

Aline disse...

If you want to fight I'll stand right beside you,
The day that you fall I'll be right behind you

Love ya!